Deixe um comentário

A Poética da Gravura por Uiara Bartira

A personagem na Gravura

1. A personagem caminha em busca de si mesma.
2. A imagem construída representa o Outro.
3. A obra configura-se durante o trajeto.
4. A imaginação é determinante como instrumento do conhecimento, segundo Gombrich, para ver o mundo e interpretá-lo.
5. Define-se a autoria no caráter ético de identidade e na integridade das diferenças.

 

Poética da Gravura

A floresta e o caminho das luzes.
“Imagine uma densa floresta, adentre-se nela e vá caminhando na busca de uma saída. Vais encontrar clareiras, estabelecer situações diversas, deparar-se com réstias de luz, brilhos e escuridões, caminhos tortuosos e feixes de claridade por dentre as árvores. Encontrarás declives e terrenos escorregadios, areias movediças e lamaçais, enormes pedras a fechar caminhos e alturas a serem galgadas. Irás guiar-se pellos reflexos e terás a noção do vasto cosmo a ser percorrido. É nessa longa trajetória que te encontrarás!”
– Na Gravura, a matriz é o corpo, o espírito é a mente e o papel é a alma e que resultam em signo, significado e significante.

goyaGoya

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: