Deixe um comentário

Passos na lua – Xilogravura

Lua

Em 20 de julho de 1969, o homem pisa pela primeira vez na Lua, com os tripulantes da Apollo 11. Neil Armstrong e Edwin Aldrin desceram ao solo lunar num módulo de pouso, enquanto Michael Collins ficou girando em torno da Lua. Eles ficaram duas horas, trouxeram amostras do solo e informações científicas.

images (1)Goeldi

Quando falamos da xilogravura e suas sombras pedintes de luzes, trazem a nós as infinitas relações com a interioridade e a espacialidade.
Ao corte na madeira em descobertas inesperadas somos os exploradores. Percebemos que a vida para naquele momento, diante a escuridão inabitada, as vozes perdidas ecoadas pelos veios entreabertos nos revelam os segredos da vida.
Segredos pelos quais valem as tentativas de descobrir as luzes desses meios sombrios e que prendem por correntes pesadas as personagens que habitam o silêncio. Quando as luzes são descobertas, onde elas já existiam, são pisos que podemos correr para a imensidão. Ares que podemos voar e tocar o céu negro das inúmeras estrelas.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: