Deixe um comentário

A GR AVUR A DIGITAL E O P ROCESSO CRIATIVO DE OTONI MESQUITA

 

Esse artigo é resultado de um projeto de pesquisa (PIBIC), desenvolvido nos anos de 2004 e 2005 na Universidade Federal do Amazonas, cujo objeto e estudo é o processo de criação na arte digital do artista plástico amazonense Otoni Mesquita, denominada gravura digital, na qual utiliza como meio–técnica, ferramenta ou material-para suas criações, o computador. Parte-se dos registros materiais da qual se serve o artista para compor seus trabalhos. Entre essa materialidade diversa,destacamos: cadernos de esboços, pastas com impressões gráficas, CD-ROM’s, arquivos digitais em formatos de imagens, som e vídeo gravados na memória do computador. Para analisar as informações contidas nos “documentos de processo”, e mapeá-las dentro do percurso criativo, valemos do arcabouço teórica da semiótica de Charles Sanders Peirce à luz de Lucia Santaella e Cecília Almeida Salles, que abre o leque de estudos da Crítica Genética, estando aqui como metodo logia para os estudos dos processos de criação. Este artigo está estruturado de forma a apresentar uma discussão inicial sobre o processo de criação na arte digital. Em seguida, os estudos convergem para o processo criativo do artista pesquisado.

Mais em: http://cencib.org/simposioabciber/PDFs/CAD/Valter%20Frank%20de%20Mesquita%20Lopes.pdf

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: